A Lei de Parkinson

Lei de Parkinson: O número de funcionários em uma organização (principalmente pública) não guarda relação com a quantidade de serviço e cresce segundo uma dinâmica própria. Isso porque um funcionário sempre quer aumentar a quantidade de subordinados, e estes invariavelmente inventam trabalho uns para os outros e para seus chefes.

——-

Terminei de ler “A Lei de Parkinson“, de C. Northcote Parkinson. Ganhei o livro de presente, ao formar em Administração Pública, mas só resolvi o ler agora. Recomendo fortemente, pois além de ser engraçado traz reflexões interessantes.

Inclusive, ao começar a ler me lembrei de que na faculdade, um professor havia comentado o trabalho deste cara. E comentou de tal forma que eu tive a impressão que o Parkinson o tivesse escrito como um trabalho científico. Na verdade, é como se o autor realmente estivesse apresentado ciência para leigos, mas é pura zoação. Ou não.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: